3.6.09

Me apresentando

E então, aqui estamos. No começo de tudo, o que fazer, afinal? Aqui o cliente tudo pode falar, mas certamente não iremos ouvir; mas se o senhor escrever, talvez possamos ler. Entre, sente-se, abunde-se, acomode-se. A casa não é sua, faça o favor de me servir e, por favor, repare na bagunça. Bagunça, esse é nosso prato principal. Prefere ao catupiry ou com chantily? Hmmm... ambos são ótimas opções.

Mas que cabeça minha, esqueci de me apresentar: eu sou X. Sim, sou uma incógnita, a váriavel de muitas equações, o X da questão. Quer saber meu valor? Vai ter que me empurrar contra a parede, me isolar em um lado da equação. Acha que pode conseguir? Convido-lhe a tentar.

2 Fale para o Chef:

Leina disse...

Hmmmm...
Acho que uma baguncinha aos quatro queijos... Imagino que fica uma delícia. E de sobremesa uma bela companhia para prosear com um copinho refri, ou cerveja (para quem bebe), ou uma taça de vinho para alguém mais cult (talvez). Não sei...

Deixa chegar mais gente que a gente aperta e coloca mais uma mesa. Sempre cabe mais um!

Pode falar...

Eduardo disse...

O q é isso? "Bate que eu gosto!"?

Postar um comentário

- Leia o post antes de comentar!
- Um bom comentário recebe resposta!

Dê a sua opinião!